Bem-vindo ao site da AMDEPOL/SINDEPO.

Sindepo apoia decisão que prevê fechamento de delegacias no interior do Estado

A Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia de Mato Grosso, Maria Alice Barros Martins Amorim, declarou nesta sexta-feira (01/03), o total apoio da categoria à decisão que prevê o fechamento de pelo menos 21 delegacias no Estado, uma vez que a unidade policial é a representatividade do Estado no município, e hoje estas unidades não prestam um serviço digno e de respeito à sociedade.

De acordo com a Presidente do Sindepo, além dos altos custos para manter o prédio (servidores, aluguel, impressora, papel, materiais de limpeza, contas de água, luz, telefone, internet), faltam viaturas e condições para dar ao cidadão o tratamento que lhe é devido. Tais unidades também apresentam ínfimos registros de ocorrências, como é o exemplo de umas dessas unidades que chegou a fazer em média dez flagrantes no ano. Outro ponto de suma importância é o desgaste físico e mental do Delegado de Polícia, que além de assumir a responsabilidade pela unidade policial na qual é lotado, ainda cumula função em outras delegacias sem a mínima condição de funcionamento, ficando sobrecarregado e recebendo o descrédito pela ineficiência.

Embora a delegacia tenha papel de extrema importância em um município, de nada ela significa se não representar ao cidadão um Estado eficiente e resolutivo. Uma delegacia marca muito uma cidade, seja em segurança, referência e integração da comunidade. Se o funcionamento da unidade não for cem por cento, o servidor não consegue oferecer um serviço de qualidade e digno a sociedade. Deste modo, entendemos que a melhor alternativa é o fechamento dessas delegacias em que os custos são altos e os resultados baixos, e o serviço remanejado para as unidades mais próximas e maiores, prestando assim um trabalho com mais eficiência e eficácia ao cidadão mato-grossense.

Categorias: Destaques,Notícias

Comentários estão fechados